terça-feira, 4 de março de 2014

Pouso

         Para Vanessa Regina

Há tanto mar nas tuas lágrimas
Tanto amor nos teus olhos de cristal lúcido
Tanto amor na seiva dos meus braços
E dor na breve necessidade da ausência

Mas há também um porto
Um pouso, um farol
Uma vida à parte 
Para descansarmos

Há tanta profundidade nas tuas noites
Tanto questionar-se, tanto frêmito
E há um medo no meu peito frágil
Inquietação, receio indefinido. 

Mas há, acima de tudo
O amor, uma resposta
Que se desenha no teto 
Na simpleza do gesto
Imensurável

Enfim, o definitivo encontro
A paz afinal
Sinalizando renovados dias
Revoada de versos.

Um comentário:

Karine Tavares disse...

Parabéns pelo teu blog!
Vem conhecer o meu:

feitaparailetrados.blogspot.com